INCREMENTE SEUS SAPATOS (1º. Parte)

Tá com o armário cheio de sapatos e tá sem grana para comprar um novo para aquela super festa??

Que tal dar uma cara nova para um par antigo??

Existem várias formas de dar uma repaginada, sem gastar muito para isso, com alguns matérias e criatividade, você pode transformar um sapato sem graça em artigo de luxo. 😉

1º. Sapato com Glitter

Imagem

Material:

– Um par de sapatos

– Cola branca

– Pincel ou esponja

– Glitter da cor de sua preferência.

nathália

Oprah Winfrey

A escolhida de vocês para o post Diva Plus foi Oprah Winfrey, coincidência ou não, hoje ela completa 59 anos!!

Imagem

Oprah Gail Winfrey, mais conhecida simplesmente por Oprah Winfrey, é atriz, apresentadora, empresária e produtora, ficou mundialmente conhecida, apresentando por 25 anos seu programa The Oprah Winfrey Show, o talk-show com maior audiência da história da televisão americana.

Imagem

Oprah teve uma vida muito difícil, ela foi fruto de uma gravidez indesejada de um casal de adolescentes separados, passou os seus primeiros 6 anos sendo criada pela avó materna,  em uma fazenda do Mississipi recebendo uma educação cristã desde nova, em quanto a mãe trabalhava longe. Em 1963, então com 9 anos, passou a ser molestada pelo tio e os primos adolescentes, que além de a estuprarem com frequência a batiam, não contou aos pais por medo das ameaças que recebia.

Apesar das dificuldades, Oprah sempre se dedicou aos estudos, querendo mudar de vida, aos 13 anos, cansada dos abusos, fugiu de casa e foi acolhida pela família de uma amiga, após 1 ano morando com a amiga teve seu primeiro namorado, o tempo passou e ela se descobriu grávida, o namorado não aceitou a gestação e a abandonou, seus pais a essa altura já sabiam onde ela estava, por telefone ela relatou a mãe o motivo de ter fugido, seus parentes foram presos, mas ela preferiu continuar na casa da amiga.

Os meses se passaram, Oprah vivia triste e não se cuidava direito na gestação, não indo a médicos e ficando só em casa, muito triste. Com 9 meses completos entrou em trabalho de parto, e sofrendo muito, deu a luz de parto normal a um menino, para sua felicidade e medo, ao mesmo tempo, porém, o menino teve complicações após o parto, e por problemas de peso e nos órgãos, morreu poucas horas após o nascimento, para desespero total de Oprah, que entrou mais ainda em depressão, e a partir deste dia decidiu nunca mais querer ser mãe novamente.

Oprah voltou a estudar, para terminar o ensino secundário, e se tornou cada vez mais dedicada e popular entre os colegas de escola chegando a ser votada uma vez como a “Garota mais Legal da Escola”.

Graduada em Comunicações e Artes Cênicas pela Universidade Estadual do Tennessee, onde ganhou bolsa integral, Oprah estava pronta para dar seus primeiros passos na carreira: assinou contrato com uma emissora de televisão local para atuar como repórter e âncora. Em 1976, mudou-se para Baltimore para participar da WJZ-TV News, onde co-organizou o seu talkshow. A facilidade com que passava as mensagens aos telespectadores chamou a atenção da WLS-TV em Chicago, que a convidou para comandar um programa matinal de meia hora. Em menos de um ano, a sua atuação foi a mais comentada e com maior audiência, ganhando mais meia hora na telinha.

O ano de 1985 ficaria marcado para sempre: seu programa receberia o seu nome – “The Oprah Winfrey Show” Ao mesmo tempo, cativando cada vez mais os telespectadores de seu programa, logo passou a ser transmitida em rede nacional. Em 1987, ela seria agraciada com três Emmy Awards. No ano seguinte, o segundo Emmy consecutivo na categoria talkshow e programa de serviço a tornaria uma das pessoas mais influentes da televisão.

Em 1986, Oprah fundou sua própria produtora. A Harpo Productions Inc adquiriu os direitos do The Oprah Winfrey Show”, e a apresentadora foi à primeira mulher na história a produzir o próprio talkshow – a oportunidade que faltava para ela modelar o programa como quisesse. Em 1998, o longa “Amado” (uma adaptação do livro de Toni Morrison) a aproximaria também da indústria editorial, o que a levaria posteriormente a fundar o seu próprio clube do livro: o Oprah Book Club.

Além de ser reconhecidamente uma ativista contra o abuso sexual, Oprah estendeu sua influência para outros negócios além de sua própria produtora: é parceira do Oxygen Media, Inc., um canal de TV a cabo voltado ao público feminino. Tornou-se, em 2000, uma das maiores filantropas do mundo com o Oprah’s Angel Network, presenteando com 100 mil dólares pessoas que melhoravam a vida dos outros. Publica atualmente duas revistas, o The Oprah Magazine e o at Home, além de responder pelo Oprah Winfrey Leadership Academy for Girls, uma instituição de caridade para meninas sul-africanas.

Imagem

No cinema Oprah também deu o ar da graça, como atriz, dubladora e produtora:

1985: “A Cor Púrpura”

Imagem

1987: “Jogue a mamãe do trem”
1988: “Bem-Amada”
2002: “A Prayer for America: Yankee Stadium Memorial” (TV)
2006: “A menina e o porquinho” (voz de Gussy)
2007: “Bee Movie – A História de uma Abelha” (voz do Juiz Bumbleton)
2007: “The Great Debaters” (Filme produzido por Oprah Winfrey)
2009: “A princesa e o Sapo” (voz de Eudora)
2009: “Preciosa” (produtora-executiva)

Veja filmografia completa aqui.

Curiosidades: Em 1954, faturou o concurso “Miss Black Tennesse” aos 17 anos.

Imagem

Oprah nunca se casou, mas convive com seu empresário Stedman Graham desde 1986.

Imagem

Em relação a estilo Oprah é bem discreta e elegante.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

 

nathália

Faça seu short Dip Dye!!

Oi gente, fiz uma postagem sobre o Dip Dye no começo do mês, e muita gente gostou, mas achou bem salgado os preços por aí, fuçando a net encontrei essa ótima tutorial no blog da Veridiana, vocês pode checar aqui.

Tem um ótimo material no site, com boas dicas, vale a pena conferir!

Você vai precisar de:

  1.  01 shorts jeans. Se for destruidinho, ótimo, se não, é legal dar umas ragadinhas com um estilete.
  2. 01 xícara (cheia) de sal
  3.  01 chaleira ou panela para esquentar água.
  4.  02 cores diferentes de corante para tecido, (neste caso as cores são rosa e roxo, e cada potinho custa aproximadamente 2 reais).
  5.  02 recipientes do tamanho de um balde médio, para caber o short + água.
  6.  Vários rebites/tachinhas (opcional).

material-passo-a-passo

Como fazer:

passo1-2

Passo 1: Desepeje água fervendo em um dos recipientes.
Passo 2: Em seguida, jogue metade da xícara de sal no recipiente com água (ele ajuda a         fixar a cor no jeans).

passo3-4

Passo 3: Escolha uma das cores para começar o processo e despeje metade do pote de   corante na água. Misture bem.
Passo 4: Faça uma linha imaginária na horizontal até mais ou menos metade do shorts e  mergulhe-o no corante, deixando pra fora a outra metade que será colorida com a outra cor de sua escolha. Deixe assim por 5 a 10 minutos.

passo5

 Passo 5: O short deverá ficar assim!

passo6-7

Passo 6: Repita todo o processo com a segunda cor de corante (água + vasilha + sal + corante).
Passo 7: Mergulhe a outra metade do shorts na segunda cor de corante.

passo-8-9

Passo 8: Deixe o short secar por um dia e depois coloque os rebites (opcional). Pressione-os bem forte sobre o jeans e depois dobre a aba para dentro.
Passo 9: Aplique da maneira que você achar mais legal!

E fiiim…é assim que fica:

short-final

nathália

Estilo Pin-up!!!

Oi gente, acho que todo mundo aqui já deve ter ouvido falar no termo Pin-Up, mas vocês sabem o que é?

Pin-up é um termo para representação de mulheres voluptuosas, em lingeries sensuais mas não muito reveladoras, cinta-liga, saltos altíssimos, cabelos com cachos glamorosos e batom vermelho. Tudo isso em uma aura de inocência num tom provocativo e instigante. A vulgaridade passa longe do estilo pin-up!

Há mais de um século, seja ela desenhada ou fotografada, numa revista ou num calendário, as pin-up estão presentes no imaginário masculino.

Imagem

Trata-se de uma modelo, que utiliza de uma produção sensual, mas não explicita, é feita apenas a sugestão, constituem-se num tipo leve de erotismo. As mulheres consideradas pin-ups são geralmente modelos e atrizes, mas também se pode encontrar outros tipos de Pin Up’s que são as mais “comportadas”, porém utilizam um pouco do erotismo da Pin-Up.

Muitas pin-ups eram fotografias de celebridades consideradas sex symbols. Betty Grable foi uma das mais populares dentre as primeiras pin-ups. Um de seus posters tornou-se onipresente nos armários dos soldados norte-americanos durante a Segunda Guerra Mundial.

E nos desenhos, a eterna Betty Boop, que até hoje encontramos nos mais diversos produtos.

Imagem

Hoje foi se estabelecendo um padrão específico, Pin-up passou a ser necessariamente uma mulher voluptuosa com ar clássico e retrô e muito feminina, cabelo vintage, pele alva, batom vermelho e uma postura provocante, porém com algo de ingênuo.

Uma das marcas de uma Pin-Up é a Cereja, batom bem forte, delineador e cintura bem marcada.

Imagem

Algumas famosas aderiram ao estilo por um tempo como Gwen Stephany e Katy Perry, Cristina Aguilera, e outras acrescentam tatuagens à fórmula, como Pitty e a Kat Von D.

Imagem

Cada época, portanto, fabricou uma pin-up que corresponde às suas próprias aspirações: ora uma deusa agressiva e conquistadora, ora um objeto sexual descerebrado.

E aí gostou?? Que tal criar um look inspirado nas grandes divas pina-up’s?

Ligerie: Lembre-se que pin-up’s nunca são vulgares, aposte nos espartilhos, nas cintas-liga com meias 3/8 e nas rendas.

Imagem

Roupas: As roupas pin-up são justas sem revelarem muito, aqui vale o jogo do esconde-esconde, as roupas devem insinuar as curvas sem mostrar nada de verdade, aposte em look com ar antigo, como vestidos e saias rodadas, camisas com botões estratégicos abertos e os shorts curtos com cintura alta.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Maquiagem: Delineador no estilo “gatinho” e batom vermelho são chaves, use blush em tons leves, somente nas maças do rosto, invista também nos cílios longos.

Imagem

Cabelos: Nada de liso!! Abuse de cachos, você pode usar o baby lis ou um bob grande para dar a forma, caso não consiga aposte nos penteados clássicos, como o coque e um lenço amarrado como tiara.

Imagem

Existem várias modelos Plus size especializadas em produções Pin-up, como Ashley Sugarface e Kerosene Deluxe.

Imagem

Imagem

nathália